Reflexões de Fidel »

Nós somos os culpados

Nós somos os culpados

O que importava aos organizadores era eliminar Cuba, país revolucionário que tem resistido heroicamente e não tem podido ser vencido na batalha das idéias. Não obstante, voltaremos um dia a ser potência dominante nesse desporto.

Reflexões de Fidel »

A importância moral do Clássico do beisebol

A importância moral do Clássico do beisebol

Cuba possui uma excelente equipe nacional, formada por jogadores de toda a ilha, onde cada província se sente orgulhosa de sua contribuição à seleção cubana. Individualmente seus rivais podem ser iguais, inclusive melhores que muitos dos nossos, por causa dos recursos econômicos e técnicos dos Estados Unidos, do Canadá, do Japão e de outros países. O que diferencia os atletas cubanos é a forte motivação pelos valores que representam.

Reflexões de Fidel »

Mais notícias sobre as angústias do capitalismo

Mais notícias sobre as angústias do capitalismo

“Lembrou que ‘muitos países emergentes se converteram em vítimas inocentes da crise. A ironia é que enquanto o governo estadunidense dava lições sobre regras e instituições nos países emergentes, suas políticas eram um fracasso total’.

Reflexões de Fidel »

As angústias do capitalismo desenvolvido

As angústias do capitalismo desenvolvido

p>Na passada segunda-feira dia 9, como todas as outras, foi um dia maravilhoso de contradições do capitalismo desenvolvido no meio de sua crise incurável. A agência de notícias britânica Reuters, nada suspeita de ser anti-capitalista, publica nesse dia que: “América Latina crescerá substancialmente menos neste ano, golpeada por uma forte desaceleração ou inclusive por recessões

Reflexões de Fidel »

A crítica justa e construtIVa

A crítica justa e construtIVa

Segundo o que podemos observar a nossa equipe pôde ganhar esse jogo por calle game, em sete entradas, com seis home runs, dois de Cepeda, um recorde nos Clássicos. Isso faria com que aumentasse o merecido prestígio do esporte cubano

Reflexões de Fidel »

Uma reunião que valeu a pena

Uma reunião que valeu a pena

Finalizado o evento sobre Globalização e Problemas do Desenvolvimento com a presença de mais de 1500 economistas, destacadas personalidades científicas e representantes de organismos internacionais reunidas em Havana, recebi uma carta e um documento de Atilio Borón, Doutor em Ciências Políticas, Professor Titular de Teoria Política e Social, diretor do Programa Latino-americano de Educação a Distância em Ciências Sociais, PLED, além de outras importantes responsabilidades científicas e políticas.

Reflexões de Fidel »

Aquilo que contei sobre Pichirilo

Aquilo que contei sobre Pichirilo

Infelizmente tudo o que sei sobre Pichirilo é de grande interesse humano, mas muito pouco, e isso exige a quem escreva sobre ele um esforço especial para que possa reunir os dados necessários sobre a personalidade que num período muito breve de sua vida conheci.

Reflexões de Fidel »

Meu encontro com Zelaya

Meu encontro com Zelaya

De repente lembra com orgulho a cultura do povo maia. Ele me conta que os anos daquela cultura eram mais exatos do que os anos do cristianismo ocidental. “O mundo atual usa o sistema decimal, os maias possuíam um sistema vigesimal, duas vezes mais exato”. Certamente, pela primeira vez na minha vida escutava esse detalhe, a vantagem de usar dois mais zero em vez de um mais zero.

Reflexões de Fidel »

O meu encontro com Leonel Fernández, Presidente da República Dominicana

O meu encontro com Leonel Fernández, Presidente da República Dominicana

Tive a oportunidade de conhecê-lo na República Dominicana quando foi eleito Presidente pela primeira vez. Foi particularmente deferente comigo. Falou de seus primeiros esforços por aumentar a capacidade de geração de energia com menor consumo de combustível, cujos preços aumentavam rapidamente.

Reflexões de Fidel »

MUDANÇAS SAUDÁVEIS NO CONSELHO DE MINISTROS

MUDANÇAS SAUDÁVEIS NO CONSELHO DE MINISTROS

Os novos ministros que acabam de ser nomeados foram consultados comigo, apesar de que nenhuma norma obrigava os que os propuseram a terem essa conduta visto que há tempo renunciei às prerrogativas do poder. Agiram simplesmente como revolucionários autênticos que levam em si mesmos a lealdade aos princípios.