Reflexões de Fidel »

Uma reunião que valeu a pena

Uma reunião que valeu a pena

Finalizado o evento sobre Globalização e Problemas do Desenvolvimento com a presença de mais de 1500 economistas, destacadas personalidades científicas e representantes de organismos internacionais reunidas em Havana, recebi uma carta e um documento de Atilio Borón, Doutor em Ciências Políticas, Professor Titular de Teoria Política e Social, diretor do Programa Latino-americano de Educação a Distância em Ciências Sociais, PLED, além de outras importantes responsabilidades científicas e políticas.

Reflexões de Fidel »

Aquilo que contei sobre Pichirilo

Aquilo que contei sobre Pichirilo

Infelizmente tudo o que sei sobre Pichirilo é de grande interesse humano, mas muito pouco, e isso exige a quem escreva sobre ele um esforço especial para que possa reunir os dados necessários sobre a personalidade que num período muito breve de sua vida conheci.

Reflexões de Fidel »

Meu encontro com Zelaya

Meu encontro com Zelaya

De repente lembra com orgulho a cultura do povo maia. Ele me conta que os anos daquela cultura eram mais exatos do que os anos do cristianismo ocidental. “O mundo atual usa o sistema decimal, os maias possuíam um sistema vigesimal, duas vezes mais exato”. Certamente, pela primeira vez na minha vida escutava esse detalhe, a vantagem de usar dois mais zero em vez de um mais zero.

Reflexões de Fidel »

O meu encontro com Leonel Fernández, Presidente da República Dominicana

O meu encontro com Leonel Fernández, Presidente da República Dominicana

Tive a oportunidade de conhecê-lo na República Dominicana quando foi eleito Presidente pela primeira vez. Foi particularmente deferente comigo. Falou de seus primeiros esforços por aumentar a capacidade de geração de energia com menor consumo de combustível, cujos preços aumentavam rapidamente.

Reflexões de Fidel »

MUDANÇAS SAUDÁVEIS NO CONSELHO DE MINISTROS

MUDANÇAS SAUDÁVEIS NO CONSELHO DE MINISTROS

Os novos ministros que acabam de ser nomeados foram consultados comigo, apesar de que nenhuma norma obrigava os que os propuseram a terem essa conduta visto que há tempo renunciei às prerrogativas do poder. Agiram simplesmente como revolucionários autênticos que levam em si mesmos a lealdade aos princípios.

Reflexões de Fidel »

O cúmulo do ridículo

O cúmulo do ridículo

Ficarei todo o dia 15, acompanhando as noticias sobre o Referendo
Popular que deverá dizer sim ou não ao direito do líder Bolivariano,
Hugo Chávez Frías, a ser candidato novamente à presidência da irmã
República Bolivariana da Venezuela.

Reflexões de Fidel »

O artigo de Chávez

O artigo de Chávez

O monstruoso mundo das injustiças, que o imperialismo impôs ao planeta, marca o final inexorável de um sistema e de uma era à qual não lhe pode restar muito tempo. Este também se esgota. Agradeçamos ao compatriota venezuelano sua clarinada.

Reflexões de Fidel »

O Canto de Cisne dos ricos

O Canto de Cisne dos ricos

Por minha parte, sempre serei fiel ao histórico povo que sacrificou tantas vidas a partir de 11 de setembro de 1973, defendendo as idéias imortais do Presidente Salvador Allende e repudiarei até o último alento de minha vida a política arteira de Augusto Pinochet. Podem dizer o mesmo a oligarquia chilena e os burocratas que desejam limpa-la de toda responsabilidade?

Reflexões de Fidel »

Encontro com a Presidenta do Chile Michelle Bachelet

Encontro com a Presidenta do Chile Michelle Bachelet

Contudo, tenho a certeza de que na Venezuela a Revolução obterá a vitória, e no Chile vencerá definitivamente o ideal do socialismo, pelo qual lutou e deu a sua vida Salvador Allende. Sobre estes temas conversei com Michelle Bachelet, que me fez a honra de escutar-me atenciosamente, conversar calorosamente e expressar com amplidão suas idéias.

Reflexões de Fidel »

Rahm Emanuel

Rahm Emanuel

Enmanuel é o nome da criança engendrada e nascida na espessa selva guerrilheira onde foi feita prisioneira em 23 de Fevereiro de 2002 a sua digníssima mãe Clara Rojas González, candidata à vice-presidência da Colômbia, junto de Ingrid Betancourt que aspirava à presidência desse irmão país nas eleições que teriam lugar nesse mesmo ano.