Reflexões de Fidel »

238 RAZÕES PARA ESTAR PREOCUPADO (SEGUNDA PARTE)

238 RAZÕES PARA ESTAR PREOCUPADO (SEGUNDA PARTE)

A partir de 7 de setembro, o Conselho de Segurança da ONU analisará se o Irã parou seu programa nuclear.  Se em conformidade com a letra da última Resolução, os Estados Unidos ou Israel tentam inspecionar um navio mercante iraniano em águas internacionais, terão que usar a força. É o ponto onde nos encontramos nestes momentos, sem dúvida, incertos.

Reflexões de Fidel »

238 razões para estar preocupado (Primeira parte)

238 razões para estar preocupado (Primeira parte)

Estamos vivendo um momento excepcional da história humana. A partir de um período em que ela se divide em História Antiga, Média, Moderna e Contemporânea. Não aquela que estudávamos na escola há três quartos de século, mas sim a que Carlos Marx qualificou genialmente como pré-história. Isso seria conseqüência do incrível desenvolvimento das forças produtivas, aportada pela ciência e pela tecnologia, e seu impacto na consciência e na vida material de nossa espécie.

Reflexões de Fidel »

A OPINIÃO DE UM PERITO

A OPINIÃO DE UM PERITO

Se me perguntassem quem é o mais conhecedor sobre o pensamento israelita, responderia sem hesitar que é Jeffrey Goldberg. Jornalista incansável, capaz de se reunir dezenas de vezes para indagar sobre o pensamento de um líder ou de um intelectual israelita. Naturalmente, ele não é neutral, é, sem dúvidas, pró israelita. Quando algum deles não concorda com a política desse país também não adota um meio-termo como posição.

Reflexões de Fidel »

El capítulo principal del último libro

El capítulo principal del último libro

Após serem publicadas as duas Reflexões sobre o livro do escritor Daniel Estulim, intitulado “A verdadeira história do Clube Bilderberg”, o autor enviou uma mensagem solicitando uma entrevista comigo. Desejava que antes do encontro lê-se um capítulo importante de seu novo livro ainda não publicado e devia ser traduzido do inglês.Ontem o recebi já traduzido em Cuba. Seu conteúdo é espetacular e merece ser analisado em seus aspectos essenciais.

Reflexões de Fidel »

O Inverno Nuclear

O Inverno Nuclear

Fico com vergonha de ser desconhecedor do tema, que nem sequer tinha ouvido  mencionar. Caso contrário teria compreendido muito antes que os riscos de uma guerra nuclear eram muito mais graves do que imaginei. Supunha que o planeta podia suportar o estalido de centenas de bombas nucleares ao calcular que, tanto nos Estados Unidos quanto na URSS, tinham sido feitos incontáveis testes durante anos. Não tinha tido em conta uma realidade bem simples: não é a mesma coisa fazer estourar 500 bombas nucleares em 1 000 dias, do que fazê-las estourar em um dia.

Reflexões de Fidel »

Estou pronto para continuar discutindo

Estou pronto para continuar discutindo

Portanto, coloquei a idéia, não de que Obama seja poderoso ou superpoderoso; ele prefere jogar basquete ou proferir discursos; aliás, outorgaram-lhe o Prêmio Nobel da Paz. Michael More o exortou a que agora o ganhasse. Talvez nunca ninguém imaginou, e ele menos do que ninguém, a idéia de que nesta etapa final do ano 2010, se acatar as instruções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, ao qual talvez o exorte com firmeza um sul-coreano chamado Ban Ki-moon, será responsável do desaparecimento da espécie humana.

Reflexões de Fidel »

Sou otimista sobre bases racionais

Sou otimista sobre bases racionais

Preocupa-me o futuro, mas também acho cada vez mais que a solução está ao alcance de nossas mãos, se conseguimos fazer com que chegue a verdade a um número suficiente de pessoas entre os bilhões que moram no planeta.

Reflexões de Fidel »

Será que exagero?

Será que exagero?

Ci si rimane da stucco, quando realizziamo fino a che punto  l’educazione può essere deformata e prostituita, in un Paese che ha oltre 8 000 armi nucleari ed i più poderosi mezzi di guerra nel mondo.

Reflexões de Fidel »

O Governo Mundial (Segunda Parte)

O Governo Mundial (Segunda Parte)

Recolhi na segunda parte desta Reflexão grande quantidade das linhas finais de seu livro. Explicam seu desprezo pela odiosa instituição do Clube Bilderberg.Resulta terrível pensar que as inteligências e os sentimentos das crianças e dos jovens dos Estados Unidos são mutilados dessa forma.
É preciso lutar agora para evitar que sejam conduzidos a um holocausto nuclear, e recuperar tudo o que for possível, sua saúde física e mental, e procurar as formas em que os seres humanos sejam liberados para sempre de tão terrível destino.

Reflexões de Fidel »

EL GOBIERNO MUNDIAL (Primeira parte)

EL GOBIERNO MUNDIAL (Primeira parte)

Fazia referência ao escritor Daniel Estulin; 475 páginas de 20 linhas estavam a minha espera para fazer uma revisão da fantástica história narrada pelo mencionado autor, se algum dos participantes dessa reunião fosse capaz de negar sua presença ali, ou sua participação no que é narrado no livro.