Artigos de ONU

Notícias »

Cuba apoia ONU por governança democrática da Internet

cuba-onu1

Cuba deu seu apoio por uma governança da Internet democrática e participativa, em especial na geração de conteúdos, na qual se definam os direitos e responsabilidades de todas as partes interessadas, destaca hoje um comunicado. Ao pronunciar-se na Comissão de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento, a representante permanente da ilha nas Nações Unidas com sede em Genebra, Anayansi Rodríguez, defendeu uma regulamentação da Internet coerente com as normas, princípios e políticas sociais.

Notícias »

Conversas em Genebra sobre tema sírio iniciam-se em 4 de maio

ginebra-palacio

As conversas previstas a celebrar-se em Genebra, onde se discutirá uma solução política ao conflito sírio e onde participarão representantes de todas as partes envolvidas, iniciarão no próximo 4 de maio, destacam hoje meios locais. Transcendeu ademais que o enviado especial do secretário geral da ONU para Síria, Staffan de Mistura, enviou convites para levar a cabo consulta por separado com os participantes nas discussões que incluem a governo e oposição sírias.

Notícias »

Imprensa paraguaia refletiu a vitória de Cuba na ONU

Cuba Onu

Assunção, 14 nov (Prensa Latina) A imprensa paraguaia refletiu ontem a vitória obtida por Cuba na Assembleia Geral das Nações Unidas pela contundente rejeição registrada ali ao bloqueio estadunidense à ilha caribenha. Exigem na Rússia fim do bloqueio a Cuba e liberdade a antiterroristas. As páginas digitais dos jornais, todos matinais, e os espaços noticiosos da rádio e televisão se referiram à votação adversa ao bloqueio que marcou um recorde a repudia-lo novamente.

Notícias »

Salvoconduto para Assange é necessário e justo, afirma Patiño na ONU

Julian Assange

Nações Unidas, 27 set (Prensa Latina) O salvoconduto para que o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, seja acolhido pelo asilo político concedido pelo Equador é necessário e justo, afirmou o chanceler equatoriano, Ricardo Patiño, na sede da Organização das Nações Unidas. “Agora a única possibilidade para poder resolver de forma legal, justa e humana o caso é que o Reino Unido entregue o salvoconduto”, explicou.

Notícias »

Sociólogo brasileiro: Bloqueio dos EUA fracassou, Cuba continua aí

Cuba Onu

Quito, 25 set (Prensa Latina) O bloqueio dos Estados Unidos fracassou porque Cuba continua aí e agora faz uma segunda revolução, com os novos lineamentos econômicos em andamento, afirmou aqui o sociólogo brasileiro José de Souza. “Ainda que as medidas coercivas deterioraram sim a dimensão material da existência na ilha, não se concretizou seu objetivo explícito de derrocar o governo cubano por mais de meio século”, argumentou o reconhecido especialista em uma entrevista à Prensa Latina.

Notícias »

ONU saúda conversas entre governo e FARC na Colômbia

Onu

Nações Unidas, 10 set (Prensa Latina) A Organização das Nações Unidas saudou hoje o acordo para empreender conversas oficiais entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), anunciado na semana passada. As boas-vindas a essas negociações foi expressada nesta segunda-feira em Genebra pela Alta Comissionada da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, ao inaugurar a XXI sessão regular dessa instância do organismo mundial.

Notícias »

Liga Árabe faz questão de solução política ao conflito sírio

siria

Cairo, 24 abr (Prensa Latina) A Liga Árabe insistiu hoje que qualquer solução política ao conflito na Síria tem que associar ao objetivo do fim das hostilidades, e chamou a iniciar um processo para materializar a paz. Uma porta-voz da organização que aglutina a 22 nações árabes (Síria agora está suspensa) considerou indispensável aplicar os dois pontos de consenso sobre esse contencios.

Reflexões de Fidel »

O papel genocida da NATO (Quinta parte)

O papel genocida da NATO (Quinta parte)

“Como alguns sabem, em setembro de 1969, Moamar al-Khaddhafi, um militar árabe beduíno de peculiar caráter e inspirado nas idéias do líder egípcio Gamal Abdel Nasser, promoveu no seio das Forças Armadas um movimento que derrocou o Rei Idris I da Líbia, um país desértico quase na sua totalidade e de escassa população, situado ao norte da África, entre a Tunísia e o Egito.”

Reflexões de Fidel »

O Papel genocida da NATO (parte III)

O Papel genocida da NATO (parte III)

“Graças à traição de Mubarak em Camp David o Estado árabe palestino não conseguiu existir, apesar dos acordos da ONU de novembro de 1947, e Israel se tornou em uma forte potência nuclear aliada aos Estados Unidos e à NATO. “O Complexo Militar Industrial dos Estados Unidos forneceu dezenas de milhares de milhões de dólares cada ano a Israel e aos próprios estados árabes por ele submetidos e humilhados.

Reflexões de Fidel »

O PAPEL GENOCIDA DA NATO (SEGUNDA PARTE)

O PAPEL GENOCIDA DA NATO (SEGUNDA PARTE)

“Poder-se-á concordar ou não com o Khaddhafi. O mundo tem sido invadido com todo o tipo de notícias, empregando especialmente os meios maciços de informação. Haverá que esperar o tempo necessário para conhecer a rigor quanto tem de verdade ou de mentira, ou uma mistura de fatos de todo o tipo que, no meio do caos, aconteceram na Líbia. O que para mim resulta absolutamente evidente é que ao Governo dos Estados Unidos não lhe preocupa em absoluto a paz na Líbia, e não hesitará em dar à NATO a ordem de invadir esse rico país, talvez em questão de horas ou muito breves dias.