Notícias »

Cuba apoia ONU por governança democrática da Internet

cuba-onu1Cuba deu seu apoio por uma governança da Internet democrática e participativa, em especial na geração de conteúdos, na qual se definam os direitos e responsabilidades de todas as partes interessadas, destaca hoje um comunicado.

Ao pronunciar-se na Comissão de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento, a representante permanente da ilha nas Nações Unidas com sede em Genebra, Anayansi Rodríguez, defendeu uma regulamentação da Internet coerente com as normas, princípios e políticas sociais.

Ressaltou que a regulamentação deve estar a serviço da identidade e da cultura nacional; respeitar a inserção soberana e universal, inclusive a soberania tecnológica; e ter em conta os direitos e deveres de cada cidadão.

Rodríguez denunciou as novas ameaças relacionadas às Tecnologias da Informação e à comunicação, como a militarização do ciberespaço, o uso encoberto e ilegal de sistemas informáticos para agredir outros Estados, o cibercrime e o ciberterrorismo.

Tudo isso confirma a necessidade de adotar medidas efetivas e urgentes para a solução destes desafios, enfatizou.

A Comissão examinou o estado de cumprimento dos acordos atingidos há dez anos na Cúpula da Sociedade de Informação, aponta o comunicado divulgado pela Missão Permanente de Cuba em Genebra.

A respeito, a funcionária pública ressaltou que, embora tenha havido avanço, a brecha entre países desenvolvidos e em desenvolvimento ainda é um obstáculo para a materialização dos acordos da Cúpula.

Por isso, fez um chamado à eliminação das medidas unilaterais que impedem o desenvolvimento econômico e social da população das nações afetadas.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*