Reflexões de Fidel »

UMA RESPOSTA DIGNA

UMA RESPOSTA DIGNA

Os fatos acontecem com um ritmo incrível. Às vezes vários acontecem em simultaneidade. A gente está com vontade, ou melhor ainda, sente a necessidade de comentar algum deles por sua importância intrínseca e seu valor como exemplo. Não falo hoje do que aconteceu em Genebra, que foi considerado um merecido triunfo revolucionário dos países do Terceiro Mundo. Falarei da resposta de Cuba ao Conselho das Relações Exteriores da União Européia, publicada na primeira página do jornal Granma, na sexta-feira passada, 22 de junho.

Reflexões de Fidel »

MAIS UM ARGUMENTO PARA O MANIFESTO

MAIS UM ARGUMENTO PARA O MANIFESTO

Por que eu disse um dia numa reflexão que Bush autorizou ou ordenou a minha morte?

Reflexões de Fidel »

REFLEXÃO SOBRE AS REFLEXÕES

REFLEXÃO SOBRE AS REFLEXÕES

Se as reflexões fossem breves, têm a vantagem de que os cento e doze
meios de imprensa estrangeiros credenciados em nosso país que as
recebem previamente, publicam partes importantes de seu texto; se
fossem extensas, me permitem aprofundar no que desejar sobre
determinados conceitos que, na minha opinião, são importantes, para que
o nosso povo, protagonista principal perante qualquer agressão, e
outros países em circunstâncias semelhantes, disponham de elementos de
juízo. Este dilema constitui para mi uma dor de cabeça.

Reflexões de Fidel »

AS LUTAS DE VILMA

AS LUTAS DE VILMA

Morreu Vilma. Apesar de esperada a notícia não deixou de me comover.
Por puro respeito a seu delicado estado de saúde jamais mencionei seu
nome em minhas reflexões.

Reflexões de Fidel »

JAMAIS TERÃO CUBA

JAMAIS TERÃO CUBA

Imagino que ninguém diga que arremeto gratuitamente contra Buhs.
Compreenderão sem dúvidas minhas razões para criticar duramente sua
política.

Reflexões de Fidel »

NECESSITADO DE CARINHO

NECESSITADO DE CARINHO

Certamente o único lugar onde Bush recebeu carinho foi na Albânia e
tanto assim que achou frio o recebimento que lhe ofereceram na
Bulgária, onde era esperado por vários milhares de pessoas com
bandeirinhas norte-americanas.

O apoio de Bush ao ingresso imediato da Albânia na NATO e sua decisão
de exigir a independência da província de Kosovo fizeram com que não
poucos albaneses endoidecessem.

Reflexões de Fidel »

O TIRANO VISITA TIRANA

O TIRANO VISITA TIRANA

Sabemos muito bem que esta curiosa visita de Bush à capital da Albânia foi concretizada. Ali deixou muito bem esclarecido que é a favor da independência de Kosovo desrespeitando os interesses da Sérvia, da Rússia e de vários países da Europa, sensíveis ao destino da província que foi palco da última guerra da NATO. Impôs a Servia que apenas receberia ajuda econômica se apoiava a independência de Kosovo, onde nasceu a cultura daquele país. Tomas ou deixas!

Reflexões de Fidel »

AS MENTIRAS E OS EMBUSTES DE BUSH

AS  MENTIRAS  E OS EMBUSTES DE BUSH

Não gosto da idéia de parecer uma pessoa vingativa e desejosa de acossar o adversário. Eu tinha me prometido esperar um pouco para ver como se desenvolviam as contradições entre Bush e os seus aliados europeus sobre o tema vital da mudança do clima. Mas, George W. Bush excedeu-se quando fez uma declaração que conhecemos através de uma notícia da AP na passada sexta-feira. O Presidente dos Estados Unidos afirmou que chegará ao Vaticano “com a mente aberta e com muita vontade de escutar o Papa” e asseverou que “compartilha com ele os valores do respeito à vida, à dignidade do homem e à liberdade”.

Reflexões de Fidel »

A REUNIÃO DO G-8

A REUNIÃO DO G-8

Para os não informados ? eu sou o primeiro-, G-8 significa o grupo de
países mais desenvolvidos, incluída a Rússia. A esperada reunião, que
começa dentro de 6 dias, tem despertado grandes expectativas, dada à
profunda crise política e econômica que ameaça o mundo.

Reflexões de Fidel »

AS IDÉIAS NÃO SE MATAM

AS IDÉIAS NÃO SE MATAM

Há alguns dias, quando examinava as despesas que implicava a construção de três submarinos da série Astute, eu disse que com esse dinheiro “se poderiam formar 75 mil médicos, e atender 150 milhões de pessoas, supondo que o custo de formar um médico fosse a terceira parte do que custa nos Estados Unidos”. Agora, continuando o mesmo cálculo, me pergunto quantos médicos poderiam ser formados com os cem bilhões de dólares que, em apenas um ano, caem nas mãos de Bush para continuar cobrindo de luto os lares iraquianos e norte-americanos. A resposta: 999.990 médicos, os quais poderiam atender dois bilhões de pessoas que não recebem atualmente atendimento médico nenhum.