Notícias »

Cuba reconhece exclusão de lista sobre terrorismo

Josefina Vidal.

Josefina Vidal.

A chancelaria cubana reconheceu hoje a decisão do governo dos Estados Unidos de excluir a ilha da lista de países patrocinadores do terrorismo.

Em uma declaração da Diretora Geral dos Estados Unidos do Ministério de Relações Exteriores, Josefina Vidal, informou-se sobre a ação do presidente norte-americano Barack Obama nesse tema.

A esse respeito, a chancelaria assinalou que o presidente emitiu a “Certificação de rescisão da designação de Cuba como Estado patrocinador do terrorismo”.

Mediante esta ação, o presidente Obama decidiu excluir Cuba da lista de Estados patrocinadores do terrorismo internacional e notificar estes efeitos ao Congresso estadunidense, o qual terá um prazo de 45 dias para se pronunciar.

Nesse sentido, o Governo de Cuba reconhece a justa decisão tomada pelo presidente dos Estados Unidos de eliminar a ilha de uma lista na qual nunca deveria ser incluída.

Nesse sentido, recordou que o país tem sido vítima de centenas de atos terroristas, que custaram a vida de 3.478 mil pessoas e deixou incapacitados 2.099 mil cidadãos cubanos.

Como o governo tem reiterado em múltiplas ocasiões, Cuba repudia e condena todos os atos de terrorismo em todas suas formas e manifestações, bem como qualquer ação que tenha por objeto incentivar, apoiar, financiar ou encobrir atividades desse tipo.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*