Artigos de Nações Unidas

Notícias »

Deslocadas 38 milhões de pessoas no mundo, segundo relatório

desplazados_sudan

Uma cifra recorde de 38 milhões de pessoas encontram-se deslocadas de seus lares pela violência em diversas partes do mundo, segundo um relatório apresentado hoje na sede de Nações Unidas em Genebra. O estudo do Observatório de Deslocação Interna (IDMC) reflete que no ano passado, 30 mil seres humanos abandonaram suas casas diariamente ante o auge dos conflitos e as crises humanitárias vinculadas aos mesmos.

Notícias »

A imprensa mundial censura a Unesco e o Banco Mundial… quando elogiam a educação de Cuba

leccionesdemanipulacion261

Os relatórios apresentados pelos órgãos das Nações Unidas costumam ser notícia nos grandes meios de comunicação. E os dados que esses organismos destacam em suas coletivas de imprensa costumam ser ressaltados pelos mesmos veículos (1). Mas, às vezes, não é assim. No começo de abril, a Unesco apresentou seu “Relatório de Acompanhamento da Educação para Todos no Mundo 2015”: um balanço, 15 anos depois, do que fora conseguido por 164 países.

Notícias »

Primeiro vice-presidente cubano recbe Secretária Executiva da Cepal

diaz-canel

O primeiro vice-presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, recebeu hoje à Secretária Executiva da Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (Cepal), Alicia Bárcena.Durante o encontro, a alta servidora pública das Nações Unidas manifestou sua satisfação por poder acompanhar Cuba no processo de atualização de seu modelo econômico e ratificou a vontade da Cepal de continuar brindando toda a ajuda possível.

Notícias »

Kofi Annan-Síria: missão possível

kofi-annan

Nações Unidas (Prensa Latina) O anúncio do governo sírio sobre o cessar de suas operações militares em 10 de abril consolidou a mediação do enviado de Nações Unidas, Kofi Annan, em frente a intensas manobras de países essenciais que tratam de boicotar esse gerenciamento.A decisão de Damasco foi comunicada pelo chanceler sírio, Walid a o-Moallen, ao emissário da ONU, que a transmitiu nesta segunda-feira ao Conselho de Segurança, órgão presidido desde ontem pela embaixadora norte-americana, Susan Rice

Reflexões de Fidel »

CINISMO GENOCIDA (PRIMEIRA PARTE)

CINISMO GENOCIDA (PRIMEIRA PARTE)

Nenhuma pessoa em seu bom censo, especialmente aqueles que tiveram acesso aos conhecimentos elementares que são adquiridos em uma escola primária, concordaria com que nossa espécie, de modo particular os que são crianças, adolescentes ou jovens, sejam privados hoje, amanhã e para sempre do direito a viver. Jamais os seres humanos ao longo de sua história azarenta, como pessoas dotadas de inteligência, conheceram experiência semelhante. Sinto-me no dever de transmitir àqueles que se tomam a moléstia de ler estas reflexões, o critério de que todos, sem exceção, estamos na obrigação de criar consciência sobre os riscos que a humanidade está correndo de forma inexorável, rumo a uma catástrofe definitiva e total como conseqüência das decisões irresponsáveis de políticos aos quais o azar, mais do que o talento ou o mérito, colocou em suas mãos o destino da humanidade.

Reflexões de Fidel »

Chávez, Evo e Obama (Segunda Parte e Final)

Chávez, Evo e Obama  (Segunda Parte e Final)

Se nosso Prêmio Nobel se auto-engana, alguma coisa que está por provar, isso tal vez explique as incríveis contradições de seus raciocínios e a confusão plantada entre seus ouvintes. Não há um ápice de ética, e nem sequer de política, em sua tentativa de justificar sua anunciada decisão de vetar qualquer resolução a favor do reconhecimento da Palestina como Estado independente e membro das Nações Unidas. Até políticos, que em nada partilham um pensamento socialista e chefiam partidos que foram íntimos aliados de Augusto Pinochet, proclamam o direito da Palestina a ser membro da ONU.

Reflexões de Fidel »

Chávez, Evo e Obama (Primeira parte)

Chávez, Evo e Obama (Primeira parte)

Faço alto nas tarefas que ocupam a totalidade de meu tempo nestes dias, para dedicar umas palavras à singular oportunidade que oferece para a ciência política o sexagésimo sexto período da Assembléia-Geral das Nações Unidas. O acontecimento anual demanda um singular esforço dos que assumem as mais altas responsabilidades políticas em muitos países. Para eles, constitui uma dura prova; para os amadores a essa arte, que não são poucos visto que a todos afeta vitalmente, resulta difícil subtrair-se à tentação de observar o interminável mas instrutivo espetáculo.

Notícias »

Hostilidade dos EUA afeta as telecomunicações em Cuba

Bloqueio USA a Cuba

A hostilidade dos Estados Unidos afeta as telecomunicações de Cuba, em uma tentativa de impedir o desenvolvimento econômico e social do país. Só de maio de 2010 a abril passado a política de bloqueio de Washington contra Havana ocasionou perdas superiores aos sete milhões de dólares, de acordo com o relatório de Cuba à Assembleia