Notícias »

Estudantes universitarios condenam novas manobras ianques

jovenes universitarios denuncianJustamente frente ao monumento que imortaliza Julio Antonio Mella, como exemplo na luta revolucionária e antiimperialista, estudantes da sede universitária que leva o nome deste mártir, em Santiago de Cuba, condenaram as manobras com que o governo ianque pretende manipular a juventude cubana mediante a organização World Learning.

«Somente faltam alguns meses para voltar a minha cidade de Las Tunas graduado como engenheiro civil e nestes cinco anos todos os estudos os garantiu gratuitamente nossa Revolução, daí que não necessitamos nenhuma bolsa dos Estados Unidos» disse ao Granma na combativa concentração Orestes Martínez Guerra.

Ele, tal como os mis de 14 mil estudantes das 55 carreiras com que conta a Universidade de Oriente em suas 13 faculdades, desmascararam as verdadeiras intenções das supostas bolsas lançadas pela organização «não governamental» World Learning para um país com um dos melhores sistemas de ensino do mundo.

Também jovens de várias escolas de Ciego de Ávila aderiram ao rechaço do novo plano do governo norte-americano. Estudantes da Faculdade de Ciências Médicas se reuniram para levantar suas vozes de condenação deste projeto.

Pedro Miranda Hernández, do segundo ano de Odontologia, denunciou a essência subversiva e manipuladora dos planos de bolsas promovidos do território norte-americano para formar, entre a juventude, supostos líderes de opinião e agentes de uma mudança que nada tem em comum com o projeto social da Revolução Cubana.

(Granma)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*