Notícias »

Secretária do Comércio estadunidense visita porto de Mariel

Penny-comercio EEUU-marielA secretária do Comércio dos Estados Unidos, Penny Pritzker, chegou em 6 de outubro a Havana e visitou o terminal de contêineres de Mariel, bem como novas instalações de armazéns para apoio logístico situadas ali.

Pritzker interessou-se pelas condições do porto, o tipo de equipamento utilizado e o alcance dos serviços do terminal de contêineres, segundo explicou à imprensa a diretora da Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel (ZEDM), Ana Teresa Igarza.

A secretária do Comércio norte-americana considerou o projeto “atraente”, acrescentou Igarza.

Charlie Baker, diretor-geral do terminal de Contêineres de Mariel, quem também esteve acompanhando o tempo todo a secretária do Comércio, assegurou ao jornal Granma que as operações vão “muito bem”, com um crescimento de 50% no volume de tráfico, motivado pelo dinamismo de vários setores da economia cubana, especialmente o turismo.

Pritzker, a segunda funcionária de sua categoria que visita o país nas últimas décadas, perguntou especificamente pelos desafios que a obra tinha pela frente, inaugurada em janeiro do ano passado, na presença do general-de-exército Raúl Castro e a presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

“O principal desafio é o bloqueio econômico, que gera temor em algumas empresas respeito a investir em Cuba”, respondeu Igarza, quem mencionou também a mudança de mentalidade para o interior do país, no qual estão recebendo grande apoio das autoridades.

Pritzker disse que “um dos objetivos desta visita era compreender melhor como trabalha cada uma das partes para chegar a um ponto comum que permita continuar avançando”, acrescentou a diretora da ZEDM.

A administração de Barack Obama anunciou em Janeiro passado um grupo de medidas que modificam alguns aspectos da aplicação do bloqueio, as quais foram atualizadas recentemente pelos departamentos do Tesouro e do Comércio. Contudo, ainda os aspectos essenciais dessa política se mantêm em pé e afetam o processo rumo à normalização das relações.

A funcionária norte-americana visitou também as recém-inauguradas instalações da Zona de Apoio Logístico (ZAL), que já contam com vários hangares de armazéns e câmaras frigoríficas.

A secretária do Comércio estadunidense viajou acompanhada de uma ampla delegação do seu ramo, bem como os chamados “reguladores” ou especialistas na aplicação de determinadas políticas respeito a Cuba do OFAC (Gabinete de Controle de Ativos Estrangeiros, por suas siglas em inglês) e os departamentos do Tesouro e do Comércio.

Prevê-se que Pritzker inaugure, em 7 de outubro, um encontro com funcionários cubanos para conversar acerca do alcance das medidas adotadas recentemente pelo governo dos EUA para modificar a aplicação de alguns aspectos do bloqueio.

Sua visita, que conclui nesse próprio dia, inclui encontros com funcionários cubanos e percursos por outros centros de interesse econômicos e culturais.

(Granma)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*