Notícias »

Presidente do Equador critica dupla moral da imprensa no processo contra os Cinco

O presidente do Equador Rafael Correa criticou a dupla moral da imprensa que silencia a prisão dos Cinco cubanos detidos nos Estados Unidos desde 1998 por combaterem o terrorismo.

Em referência às criticas recebidas por sua demanda ao articulista equatoriano Emilio Palácio, Correa assinalou que para certa imprensa julgar um jornalista por calúnia é um atentado aos direitos humanos, entrementes os Cinco combatentes cubanos estão presos por evitar ataques terroristas a seu país.

Em simbólico ato em um parque de Lima, capital do Peru, para exigir a libertação dos Cinco, um grupo de intelectuais peruanos colocou a foto de Antonio Guerrero, Gerardo Hernández, Fernando González, Ramón Labañino e René González.

Em um encontro na Escola Latino-Americana de Medicina de Havana, Graciela Ramirez, coordenadora do Comitê Internacional pela Libertação dos Cinco cubanos combatentes contra o terrorismo, pediu que todos fizessem alguma coisa, a cada dia, pela libertação dos patriotas.

RHC

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*