Reflexões de Fidel »

AQUILO QUE PASSOU POR MINHA MENTE

Hoje foi anunciada a presença do vírus de influenza A (H1N1) em Cuba. O portador é um jovem cidadão mexicano que estuda medicina em nosso país. O único que pode ser afirmado agora é que não foi introduzido pela CIA. Veio do México.

Do quê é que se queixava o Presidente mexicano, com respeito às medidas que Cuba adotou, de acordo com as normas estabelecidas e sem a menor intenção de afetar o irmão povo do México? Estávamos longe de imaginar que ali e nos Estados Unidos seria desatada a epidemia.

As autoridades mexicanas não lhe informaram ao mundo a presença da mesma esperando a visita de Obama, agora nos ameaçam com suspender a do presidente Calderón que já fora suspensa com antecedência por outras causas compreensíveis e alheias à epidemia. Neste momento nós e dezenas de outros países somos castigados injustamente e ainda por cima nos acusam de adotar medidas lesivas contra o México.

“Na verdade, ia visitar Cuba nestes dias ou nas próximas semanas, mas como Cuba impediu os vôos para o México” ?declarou o Presidente do México?, “talvez não poderei ir, pode ser uma das conseqüências não previstas que não têm o fundamento técnico suficiente,” acrescentou Calderón, segundo foi informado por uma importante agência de notícias européia.

No dia seguinte outra agência desse continente publicou o mesmo. Nem sequer nisso foram claras as autoridades desse país. Agora ficamos como injustos, sem fundamentos técnicos e país hostil ao povo do México.

Os estudantes mexicanos não têm a mais mínima culpa, são excelentes pessoas, bem como os professores e trabalhadores cubanos da escola, cumprindo com rigor as medidas de controle pertinente que as circunstâncias impuseram.

O mais justo é que o povo mexicano seja informado que na Declaração Final da Cúpula de Chanceleres do Movimento de Países Não Alinhados em três de seus parágrafos finais se afirma:

“Os Ministros do Movimento de Países Não Alinhados… expressam sua profunda preocupação e  solidariedade com o Governo e o povo do México tendo em conta a grave situação criada pelo surto de influenza suína nesse país.

“Os Ministros solicitam à Organização Mundial da Saúde e às organizações financeiras internacionais oferecer total apoio logístico e financeiro ao governo e ao povo do México em seus esforços por combater de imediato e de forma eficaz esta epidemia.

“Neste sentido, os Ministros exortaram à Organização Mundial da Saúde, em coordenação com as autoridades do México, para garantir um acompanhamento sistemático e apropriado com o objetivo de conter a propagação ulterior desta epidemia.”

Simplesmente, expresso as idéias daquilo que passou por minha mente na medida que iam chegando as notícias.

Fidel Castro Ruz
11 de maio de 2009
21h38

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*