Reflexões de Fidel »

OS SETE CONGRESSISTAS QUE NOS VISITAM

OS SETE CONGRESSISTAS QUE NOS VISITAM

Quando se tornaram mais ferrenhas as pressões e ações anti-cubanas da administração Bush contra as viagens e a presença em Cuba de pessoas sob a jurisdição dos Estados Unidos, legisladores do Cáucus Negro se dirigiram ao Secretário de Estado, Colin Powell, e conseguiram assegurar a licença que permitisse legalmente aos jovens norte-americanos continuarem seus estudos de Medicina em Cuba, que já tinham iniciado.

Talvez Powell, chefe militar de grande autoridade e prestígio, tivesse sido o primeiro Presidente negro dos Estados Unidos, mas ele renunciou a ser nomeado por respeito a sua família que, devido ao assassinato de Martin Luther King, se opunha tenazmente a essa designação.

Reflexões de Fidel »

Com os pés na terra

Com os pés na terra

Não é preciso enfatizar o que sempre Cuba tem dito: não tememos dialogar com os Estados Unidos. Também não precisamos da confrontação para existir, como alguns tolos pensam; existimos precisamente porque acreditamos em nossas idéias e nunca tememos dialogar com o adversário. É a única forma de procurar a amizade e a paz entre os povos.
   

Reflexões de Fidel »

Por que Cuba é excluída?

Por que Cuba é excluída?

Ontem, sexta-feira 3 de Abril, tive um encontro com Daniel Ortega e sua esposa, Rosário Murillo, o qual durou quase duas horas. Como já lhe tinha explicado numa carta que enviei a Daniel, à tarde, fiquei muito satisfeito com o encontro. Agradeci-lhe a oportunidade que tive de conhecer detalhes de sua luta na Nicarágua. Expressei

Reflexões de Fidel »

A canção de Obama

A canção de Obama

p>O Presidente dos Estados Unidos ao concluir a Cúpula do G-20, em uma conferência às 14h30, hora de Cuba, declarou que em seu país o desemprego atingiu seu nível máximo em 26 anos. Perante crises como esta, acontecidas no passado, o mundo não agiu com a rapidez necessária, disse. Hoje temos aprendido as lições da

Reflexões de Fidel »

O início da Cimeira

O início da Cimeira

Hoje começou a Reunião Cimeira do G-20. Os especialistas em temas econômicos têm realizado um esforço enorme. Alguns com experiência em importantes cargos internacionais; outros, como estudiosos investigadores. O assunto é complexo, a linguagem é nova e exige a familiarização com os termos, os dados econômicos, os organismos internacionais e os líderes políticos mais influentes

Reflexões de Fidel »

Outro grande problema do mundo atual

Outro grande problema do mundo atual

A crise financeira não é o único problema, há outro pior porque tem a ver não com o modo de produção e distribuição, mas com a própria existência. Refiro-me à mudança climática. Ambos estão presentes e serão discutidos simultaneamente.

Reflexões de Fidel »

Aquilo que Notimex não disse

Aquilo que Notimex não disse

“A operação Milagre devolveu ou melhorou a visão, a partir do ano 2006, a 19 mil 496 peruanos, 16 mil 907 no Centro Oftalmológico de Cuba na Bolívia e 2 mil 589 no Centro Oftalmológico de Cuba no Cuzco que iniciou os trabalhos no dia 15 de dezembro do ano 2008.

Reflexões de Fidel »

O PRELÚDIO

O PRELÚDIO

Mais de 180 países do mundo não estarão presentes na reunião de Londres. Não é por acaso que se afirma que ali só estarão os representantes das 20 maiores economias do mundo. Não obstante, entre elas existem contradições profundas, tanto dentro dos próprios países ocidentais quanto entre estes e os emergentes, que levam a cabo a batalha contra a crise financeira a favor de seu direito ao desenvolvimento.

Reflexões de Fidel »

A China nas notícias internacionais

A China nas notícias internacionais

Da reflexão tomada de CubaDebate publicada em nossa imprensa na segunda-feira 30, titulada: “A China, a futura grande potência econômica”, a maioria dos telexes internacionais informaram apenas o relativo às minhas críticas às declarações de Biden, em Viña del Mar. Só EFE dedicou umas linhas no final de seu despacho, ao tema principal do artigo. Reconhecer o crescente papel da China na economia mundial resulta um gole amargo para Ocidente.

Reflexões de Fidel »

A China, a futura grande potência econômica

A China, a futura grande potência econômica

“Os fatos são evidentes e demonstram que comparativamente com outras economias importantes, o governo chinês tem adotado medidas políticas pontuais, firmes e eficazes, demonstrando a vantagem de seu sistema…”