Notícias »

Somos un destino turístico seguro

Cuba turismoO crescimento da indústria turística cubana, em meio de pressões externas e campanhas de difamação, é uma prova da confiança do setor na segurança e estabilidade da Ilha maior das Antilhas.

Espera-se a presença na 38ª Feira Internacional de Turismo de Cuba (FITCuba 2018), que terá lugar de 2 a 5 de maio, de mais de três mil profissionais e 140 jornalistas especializados.

Cuba continua tendo o Canadá como o primeiro dos mercados emissores, daí que os responsáveis pelas principais agências de viagens e turoperadores desse país assistirão à FITCuba, que se celebrará nesta ocasião na ilhota Cayo Santa María, em Villa Clara.

Depois do Canadá, os principais mercados emissores são os cubano-americanos, estadunidenses, franceses, britânicos, italianos, espanhóis e alemães.

Os diretivos presentes na entrevista coletiva reiteraram que o produto turístico cubano é concorrente. A FITCuba é dedicada à modalidade de Sol e Praia, e o país convidado de Honra é o Reino Unido.

Michel Bernal, diretor comercial do Ministério do Turismo (Mintur), reconheceu a desaceleração causada principalmente pelos furacões Irma e María, que açoitaram a região em setembro e outubro do ano passado. Contudo, mostrou o otimismo do destino Cuba, que aspira receber cinco milhões de turistas em 2018.

Bernal especificou que apesar dos empecilhos renovados pelo presidente Donald Trump, os estadunidenses mantêm a segunda colocação quanto ao número de visitantes.

Estados Unidos mantêm uma injustificada «alerta de viagem», que indica aos cidadãos desse país «reconsiderar as viagens a Cuba». Tenta-se justificar esta medida de agressão com o suposto risco de sofrer «ataques acústicos» sobre os que, após meses de investigações, não existem provas nem evidências científicas.

Contrário às manipulações norte-americanas, Cuba recebeu recentemente o prêmio Excelência, como país mais seguro para o turismo, durante a 38ª Feira Internacional do ramo –Fitur 2018, que teve lugar em janeiro em Madrid.

(Granma)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*