Notícias »

Yuri Gagarin é recordado no aniversário de sua morte

gagarin-sonrisaCosmonautas e profissionais relacionados com a indústria aeroespacial em todo mundo recordam hoje à primeira pessoa que viajou ao espaço, Yuri Gagarin, no 50 aniversário de sua morte.

Nascido em 9 de março de 1934 na região de Smolensk da antiga União Soviética, com 27 anos fez história ao chegar a onde nenhum outro homem (ou mulher) o tinha feito.

Em 12 de abril de 1961 o piloto russo efetuou seu histórico vôo ao redor da Terra a bordo da nave Vostok 1, iniciando assim a era das viagens espaciais tripuladas.

‘Sua façanha foi uma prova de que um ser humano podia sobreviver não só a um lançamento ao espaço, mas também ao reingreso à atmosfera da Terra’, disse em uma ocasião o ex-diretor de Ciência e Exploração Robótica na Agência Espacial Européia (ESSA), David Southwood.

O primeiro cosmonauta de Cuba e da América latina, Arnaldo Tamayo Méndez em diversas entrevistas com a imprensa internacional assegura que a proeza de Gagarin exerceu sobre ele uma enorme influência.

‘Ele foi e seguirá sendo meu ídolo’, expressou durante um contato com meios de imprensa russos.

Por sua vez, o estadunidense Neil Armstrong, primeiro homem em pisar na Lua (em 1969), considerou que ‘Gagarin nos chamou a todos ao cosmos’.

Durante sua missão em 1961, o russo voou um total de 108 minutos e permaneceu nove em órbita.

Durante esse tempo falou por rádio e comeu para que os cientistas confirmassem que um humano pode atuar normalmente em estado gravidade zero.

Ao final, a operação foi um sucesso e fez-se famosa a frase que os meios russos asseguram que pronunciou: ‘aqui não vejo nenhum deus’.

Sete anos depois, em um trágico 27 de março de 1968 Gagarin junto com outro piloto, Vladímir Serioguin, efetuava um voo rotineiro em um MiG-15UTI, quando a aeronave se chocou a 187 quilômetros de Moscou.

Ambos foram enterrados com honras na necrópolis da muralha do Kremlin da capital russa.

A cidade natal do cosmonauta foi renomeada em 1968 como Gagarin e muitas ruas de Rússia levam seu nome.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*