Notícias »

Cuba se soma à celebração da Semana do Cérebro

cerebroCom diversas atividades a nível nacional, Cuba inicia hoje a Semana do Cérebro, cujo objetivo é criar consciência e informar à população sobre os transtornos mentais e as doenças neurológicas.

A jornada se estenderá até o dia 30 de março, segundo confirmaram seus organizadores.

Com diversos eventos científicos, universidades e centros de saúde do país se somarão à Semana do Cérebro, informou o especialista do Capítulo de Estresse e Saúde Mental da Sociedade de Neurociências de Cuba, Justo Fabelo, em exclusiva à Prensa Latina.

Um dos eixos temáticos principais das atividades serão as doenças mentais e neurológicas, acrescentou o psiquiatra.

Apesar de historicamente essas enfermidades serem estigmatizantes, na realidade são preveníveis, tratáveis e reabilitáveis, considerou o médico.

As ações estão organizadas por regiões, a nível nacional, com um coincidido programa em Havana e na região oriental.

Dentro da Semana Cubana do Cérebro, os especialistas dedicarão um espaço ao Dia Mundial do Transtorno Bipolar, que se realiza no dia 30 de março, pelo nascimento do pintor Vincent Van Gogh, que supostamente o sofreu.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, esse problema atualmente afeta cerca de 60 milhões de pessoas em todo mundo e é considerado a sexta causa de deficiência a nível global.

Mas existe uma grande variedade de transtornos mentais, e cada um deles com manifestações diferentes.

Em geral, caracterizam-se por uma combinação de alterações do pensamento, da percepção, das emoções, da conduta e nas relações com os demais.

Entre eles estão a depressão, o transtorno afetivo bipolar, a esquizofrenia e outras psicoses, a demência, as deficiências intelectuais e os transtornos do desenvolvimento, como o autismo.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*