Notícias »

Revolução de Outubro um dos acontecimentos mais transcendentais do século 20

acto revolucion oct raulO Primeiro Secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba e Presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, general-de-exército Raúl Castro Ruz, presidiu o ato político-cultural que comemorou o dia 6 de novembro, o centenário da Grande Revolução Socialista de Outubro.

O ato começou com a emotiva obra La Ternura de Alejandra Pajmatova; interpretada pelo maestro Frank Fernández e a declamação do poema Vladimir I. Lenin de Mayakovski, pelo ator Julio César Ramírez.

Estudantes de dança da Escola Nacional da Arte realizaram uma excelente interpretação de El Ballet Avanzada, acompanhados pela Orquestra Sinfônica Nacional.

Durante as palavras-chaves proferidas no ato pelo segundo secretário do Comitê Central do Partido e vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministro, José Ramón Machado Ventura, destacou que a Revolução de Outubro é um dos acontecimentos mais transcendentais do século 20, pois com ela começou uma nova época para a humanidade.

«Atualmente existe a tendência de minguar a importância da Revolução que fez possível a fundação do primeiro estado socialista do mundo e lavrou um caminho de esperanças, dando pé a um novo regime social que demonstraria que era possível um mundo sem exploradores nem explorados», acrescentou.

Acerca do líder bolcheviques, Vladimir I. Lenin, destacou sua liderança, sua capacidade de aproveitar um momento de crise do imperialismo. «Lenin foi um homem verdadeiramente excepcional, capaz de interpretar toda a profundeza e essência da teoria marxista. Teve a maior compreensão dos humildes, dos operários, consciente que a toma do poder político era a única forma de conseguir sua emancipação», sublinhou Machado Ventura.

Após cem anos é impossível negar a imensa contribuição e o legado da Revolução Socialista de Outubro. Permitiu forjar outras grandes revoluções sociais do século 20, surgidas poucos anos depois da vitória contra o fascismo, como o foi a Revolução Cubana.

O segundo secretário do Partido mencionou as contribuições daquele grande acontecimento, tal como o processo de descolonização, o começo do processo de estruturação político-econômica de um novo sistema: o socialismo e a mudança drástica da correlação mundial de forças.

«Os princípios da igualdade, solidariedade, internacionalismo, justiça social, o direito dos povos a sua autodeterminação, independência e soberania, foram a base da Revolução de Outubro e continuaram sendo, também, os nossos», concluiu.

No ato também marcaram presença os membros do Bureau Político do Partido Comunista de Cuba, o embaixador da Federação Russa em Havana Mikhail L. Kamynin e representantes do corpo diplomático acreditado em Cuba, bem como representantes das FARs, o Minint e as organizações juvenis e de massas, entre outros convidados.

(Granma)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*