Notícias »

Díaz Canel exorta a ter máxima eficiência na etapa final da safra

canel V Clara«O território desta província está em condições de cumprir seu plano de produção de açúcar, mas, para o conseguir, nesta etapa conclusiva tudo deve funcionar como um relógio, defendendo a eficiência e a qualidade das moendas, além de conseguir o compromisso dos protagonistas da safra», assegurou aqui Miguel Díaz-Canel Bermúdez, primeiro vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, quem visitou locais de interesse da província.

Na usina açucareira Ifraín Alfonso, Díaz-Canel conversou com o primeiro secretário do Comitê Provincial do Partido nessa província, Julio Lima Corzo e com diretivos do Grupo Empresarial Azcuba, para conhecer que até a data têm sido produzidas 216.000 toneladas de açúcar e restam por produzir umas 54.000 toneladas, que podem ser conseguidas caso trabalharem com racionalidade em todas as tarefas. Díaz-Canel interessou-se, ainda pelos atrasos que registram algumas usinas, as causas dos descumprimentos e advertiu que disso devem ser tiradas as lições para outras safras.

O primeiro vice-presidente cubano também visitou a Escola Pedagógica Manuel Ascunce Domenech, de Santa Clara, onde apreciou o andamento do processo docente educativo e o papel desta escola na cobertura de professores no território.

Conversando com alunos e diretivos recebeu informações acerca do impacto que tiveram os alunos formados até agora na prática trabalhista, insistindo na necessidade de continuar superando os jovens que se converteram em professores. E destacou a importância de utilizar as multimídias e materiais audiovisuais que o Estado pôs à sua disposição.

Também, visitou as áreas onde é construída uma das três usinas de fertilizantes e praguicidas biológicos do país — as outras são em Havana e Granma — a qual entregará esses produtos à região central e exportará parte do fabricado.

(Granma)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*