Notícias »

Viajará a Cuba secretário dos Transportes dos EUA

ministro transp estados unidosAnthony Foxx, secretário dos Transportes dos Estados Unidos, viajará a Cuba no próximo dia 31 coincidindo com a chegada do Airbus A-320 da linha aérea JetBlue, que ativa os voos regulares entre ambos os países, interrompidos por mais de meio século.

Eduardo Rodríguez, vice-ministro cubano dos Transportes, informou em uma entrevista coletiva nesta capital que Foxx chegará pelo aeroporto de Santa Clara, e viajará a Havana para ter encontros com o chanceler Bruno Rodríguez e com seu homólogo cubano Adel Yzquierdo.

Ressaltou o restabelecimento destes voos como passo positivo no andamento das relações bilaterais, ainda que as restrições do bloqueio imposto pelos Estados Unidos impeçam aos seus cidadãos viajar à Ilha maior das Antilhas na condição de turistas.

O vice-titular destacou a preparação sistemática dos aeroportos cubanos para atender a chegada de visitantes, pelo qual os voos regulares se inserem dentro do funcionamento habitual dos aeródromos, cuja segurança cumpre os padrões internacionais e tem o aval da Administração de Segurança nos Transportes (TSA), dos Estados Unidos.

Alfredo Cordero, presidente do Instituto Cubano da Aeronáutica Civil, precisou que as linhas aéreas que iniciarão operações de imediato são a JetBlue e Silver Airways, por Santa Clara e a American Airlines, por Holguín e Cienfuegos.

Otras linhas autorizadas como a Frontier Airlines, Southwest Airlines e Sun Country Airlines começarão suas operações na temporada invernal, porém nenhuma incluirá o destino Havana porque ainda necessitam da permissão das autoridades estadunidenses.

A Corporação da Aviação Cubana S.A. reafirmou que tudo está pronto e seguro para a normal fluidez das novas operações, junto às de outras 110 linhas aéreas que voam no país.

Todo o processo foi acomodado para que a chegada das aeronaves não afete nos horários de ponta, máxime quando em nível nacional, no fechamento do ano 2015 aumentou em 18% o fluxo das operações e em Havana cresceu 24% com respeito ao ano anterior.

Rodríguez manifestou que a Cubana de Aviação se encontra no processo de formalidades para voar aos Estados Unidos, destino do qual se recebem na atualidade 18 voos diariamente.

“Em 15 anos de operações nunca se registrou um incidente que tenha afetado a segurança aérea em Cuba”, precisou.

As autoridades nacionais dos Transportes também se referiram à paulatina modernização dos terminais para maior segurança, o qual inclui equipamento de raios X, detecção de explosivos, técnica canídea e o estabelecimento do Voo Seguro.

(ACN)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*