Notícias »

Encontros bilaterais do presidente Raúl Castro

Raul lunachenkoCOMO aconteceu nos últimos três dias, o presidente cubano junto à delegação oficial que o acompanha planejou uma agenda de trabalho que não permitiu perder nem um minuto de tempo nesta cidade. A suas atividades na sede das Nações Unidas somaram-se encontros muito importantes qualificados de frutíferos para o trabalho realizado que começava bem cedo na manhã e terminavam ao anoitecer, em Manhattan.

Assim aconteceu no domingo, 27 de setembro, quando, pouco depois de sua participação na conferência de líderes mundiais, Raúl se reuniu com o presidente da Guiana, David Granger, eleito no cargo em maio passado. Foi uma conversa agradável onde salientou a importância da integração na região e trocaram pontos de vista sobre questões bilaterais.

Em seguida, Raúl se reuniu com Alexander Lukashenko, presidente da Bielorrúsia, país com o qual Cuba mantém excelentes relações. Na reunião, os presidentes discutiram o interesse de ambos os governos de continuar a fortalecer as relações políticas e de cooperação econômica e comercial. Vale a pena lembrar que Lukashenko visitou Havana pela última vez em 2012 e, recentemente, o fez seu chanceler.

No domingo também foi realizada a cerimônia de estabelecimento das relações diplomáticas com as Ilhas Marshall, na sede da ONU, acordo que foi assinado pelos chanceleres dos dois países na presença de Raúl e do presidente Christopher Loeak.

Nesta segunda-feira, 28 de setembro, começa o debate no segmento de alto nível do 70º período de sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas e na sessão da tarde espera-se que o presidente cubano profira seu discurso.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*