Notícias »

FAO executará em Cuba projeto em aquicultura

faoA Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) executará em Cuba um programa de melhoria genética para peixes de água doce, segundo informou aqui um servidor público desse organismo.

Tal projeto, aprovado recentemente, inclui treinamento, capacitação e introdução de família de peixes, declarou à Prensa Latina, Carlos Pulgarín, oficial da FAO no escritório desta entidade no Panamá, que atende o Caraíbas e a América Central.

Pulgarín participa do V Simpósio Internacional de Aquicultura (Acuacuba 2015), que sessiona desde a terça-feira e conclui nesta sexta-feira com visitas dos participantes às estações piscícolas Mampostón e ao Dique, nas províncias de Mayabeque e Havana, respectivamente, no ocidente do país.

O projeto se iniciará este ano na Unidade Empresarial de Base (UEB) El Dique, pertencente à Empresa de Desenvolvimento de Técnicas Aquícola situada em Loma de Terra, no capitalino município do Cotorro.

Trata-se de um programa que busca conseguir peixes mais eficientes mediante a melhoria genética, com um componente de capacitação e consultoria e do qual participarão entre 20 e 50 pesquisadores, técnicos e aquicultores que trabalham no país na reprodução e alimentação da tilápia, assinalou a diretora dessa UEB, Zenaida Arboleya.

Participam da Acuacuba 2015 especialistas da Guatemala, Panamá, Costa Rica, Colômbia, México, El Salvador, Uruguai, Cuba e Porto Rico, que debateram 35 conferências e trabalhos científicos vinculados às diversas esferas da aquicultura.

Esta última desempenha no mundo uma função cada vez maior no fornecimento de pescado para o consumo humano.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*