Notícias »

Presidente salvadorenho qualifica de bem sucedida sua primeira visita oficial à Ilha

ceren se va“TEM sido uma visita bem sucedida, que concluiu com uma reunião de irmãos. Considerou o presidente Raúl e o comandante-em-chefe Fidel meus irmãos”, declarou Salvador Sánchez Cerén antes de sua partida para El Salvador do aeroporto internacional José Martí.

“Somos companheiros de ideias”, afirmou e qualificou seu encontro com o presidente Raúl Castro como extenso e fraternal. “Isso me permitiu conhecer a profundidade de seu caráter humano”.

Referiu-se aos esforços conjuntos para conseguir a integração entre organismos como a Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), a Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA) e a Petrocaribe, e construir um mundo novo para toda a América Latina sobre a base de estabelecer uma relação de maior independência.

No encontro com o presidente cubano, disse que aproveitaram para rever os resultados obtidos nas diferentes áreas de cooperação bilaterais que existem, porque “para El Salvador é muito significativo permitir que todo o desenvolvimento, todo o talento que conseguiu a Revolução cubana, possamos compartilhá-lo”.

O chefe de Estado sublinhou que esta visita resultou proveitosa para ver os avanços atingidos em áreas de intercâmbio, como a educação física, a alfabetização, o meio ambiente e a agricultura, “muito importantes para nós, porque queremos garantir a segurança alimentar de nosso povo”.

Ainda, relativamente à cultura, reiterou o interesse de que a experiência adquirida pela companhia teatral infantil La Colmenita se consolide, e se consiga uma similar em seu país.

Ainda, informou que na próxima semana será inaugurado em seu país um centro oftalmológico que facilitará o tratamento aos pacientes, como parte do acordo assinado pelos ministérios de Saúde de ambos os países, no contexto de sua visita.

Sánchez Cerén chegou à Ilha na terça-feira, 26 de maio, em sua primeira visita oficial como chefe de Estado da nação centro-americana para ampliar os históricos laços que unem Cuba e El Salvador.

Os dois países restabeleceram relações em junho de 2009, depois de meio século interrompidas, com a chegada ao poder da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional.

(Prensa Latina)

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*