Notícias »

Chávez chama ao trabalho conjunto pelo bem-estar e paz da Venezuela

Caracas, 8 out (Prensa Latina) O presidente venezuelano, Hugo Chávez, qualificou de histórico os resultados das eleições e chamou hoje à unidade nacional e ao trabalho conjunto em prol do bem-estar e da paz desta nação sul-americana.

Do denominado Balcão do Povo, no Palácio de Miraflores, o mandatário dirigiu-se a milhares de pessoas que chegaram ali para celebrar seu triunfo nesse encontro com as urnas, contra o candidato opositor da chamada Mesa da Unidade Democrática, Henrique Capriles.

O chefe de Estado expressou um reconhecimento a todo o povo deste país “por este dia memorável”, marcado por um vontade democrática e por uma altíssima participação, localizada em mais de 80 por cento do registro eleitoral.

Felicitou igualmente à direção opositora, pois Capriles e seu comando de campanha anunciaram o reconhecimento dos resultados, o qual -a seu julgamento- constitui um passo muito importante na construção da paz na Venezuela.

Faço um reconhecimento à direção opositora, que não se prestou para os planos desestabilizadores que alguns estavam acariciando, sentenciou o mandatário, que convidou ao diálogo, ao debate e ao trabalho conjunto a “os que andam promovendo o veneno social”.

Nunca antes tivemos uma Venezuela como a de hoje do ponto de vista moral, social, político, econômico e cultural, assegurou o presidente, que exortou que cada um contribua com o melhor de si para ” colocar em primeiro lugar o interesse de nossa pátria e contribuamos à fortalece-la”.

Assim, felicitou ao poder eleitoral, a todos os membros e testemunhas de mesa, aos que trabalharam para assegurar a exitosa jornada, e aos soldados do Plano República, destinado a garantir a segurança nas eleições.

Demonstramos que nossa democracia é uma das melhores do mundo e o vamos seguir demonstrando, enfatizou, ao reconhecer igualmente o trabalho do Comando de Campanha Carabobo, que impulsionou sua reeleição, e ao chefe da equipe, Jorge Rodríguez.

Votaram pelo socialismo, pela independência, pela grandeza da Venezuela e pelo futuro, disse Chávez em alusão a seus eleitores, pouco antes de afirmar que, até o momento, o processo de transformações sociais neste país venceu em 20, dos 23 estados e nesta capital.

Entre os territórios nos que a maioria da população optou pela opção socialista, sobressaem Zulia, Carabobo e Nova Esparta, governados atualmente por representantes da oposição.

“Não terá força imperialista por maior que seja que possa com o povo de Simón Bolívar”, previu e agregou que Venezuela nunca voltará ao neoliberalismo, mas continuará transitando para o socialismo.

O governante agradeceu as felicitações de mandatários como o cubano Raúl Castro e a argentina Cristina Fernández, e deu as graças aos visitantes provenientes de outros países que acompanharam o processo eleitoral.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*