Notícias »

Chávez encabeçará atos de campanha na Aragua e Carabobo

Caracas, 3 out (Prensa Latina) O presidente venezuelano, Hugo Chávez, encabeçará hoje uma nova caravana de atos nos estados de Carabobo e Aragua, quando resta em um dia para o fechamento da campanha eleitoral e quatro para as eleições gerais.

No início do que denominou ofensiva final da campanha, o chefe de Estado percorreu na segunda-feira durante quase três horas em Sabaneta, estado de Barinas, onde milhares de seguidores esperaram sua passagem.

Depois de atravessar também o estado de Portuguesa, o dignitário encabeçou uma concentração multitudinária em San Carlos, Cojedes, na que chamou para ganhar “a batalha do futuro da pátria” nas competições no próximo domingo.

Chávez exortou aos habitantes deste país a fortalecer a organização, disciplina e logística, com vista no dia das eleições, e a permanecer atentos em torno dos planos de desestabilização que pudessem pôr em marcha setores opositores.

A essas advertências uniram-se políticos e intelectuais desta e de outras nações do mundo, que vaticinam essas possíveis ações por parte da direita, a se ver perdoada no encontro diante das urnas no dia 7 de outubro.

 

De fato, praticamente todas as pesquisas apontam que Chávez ganhará, com uma vantagem a mais de 15 pontos, em frente ao aspirante opositor da chamada Mesa da Unidade Democrática Henrique Capriles, seu principal opositor.

Venezuela começará um novo ciclo, no qual se converterá em uma potência econômica e tecnológica, depois de conseguir nos últimos 13 anos sair do capitalismo e sentar as bases para sua independência e soberania em todos os âmbitos, disse o governante em Cojedes.

Denunciou novamente as intenções da oposição de impor o que catalogou como verdadeiro pacote neoliberal que eliminaria programas sociais em áreas como a saúde, a educação e a moradia.

A etapa final da campanha, baixo o nome De Sabaneta a Miraflores, prosseguiu ontem em Yaracuy e Lara, e concluirá de manhã nesta capital, no que se prevê seja outra multitudinária demonstração de respaldo ao presidente.

Vamos encher Caracas como preludio do que ocorrerá no próximo domingo nas eleições, declarou o vice-presidente executivo do governo, Elías Jaua, durante uma coletiva de imprensa na segunda-feira na sede do Partido Socialista Unido da Venezuela.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*