Notícias »

Esposa de Gerardo Hernandez visitará Bolívia

La Paz, 8 ago (Prensa Latina) Adriana Pérez, esposa de Gerardo Hernández, visitará Bolívia no final de agosto com a intenção de dar a conhecer a situação de seu colega, um dos cinco cubanos prisioneiros injustamente nos Estados Unidos.

Segundo Leila Pérez, presidenta do Movimento de Solidariedade com Cuba em Bolívia, Adriana Pérez arribará ao país andino o venidero 21 de agosto, em uma visita que se estenderá até o 26, depois de três dias de estância em Peru.

“A visita de Adriana constitui uma grande notícia para nós, porque nos permite dar a conhecer em nosso país a situação dos Cinco e escutar-o da voz de uma das vítimas”, enfatizou Pérez em exclusiva a Prensa Latina.

Para a presidenta do Movimento de Solidariedade com Cuba, “Adriana também é vítima, porque sua família tem sido duplamente victimizada, e a ela se lhe tem negado reiteradamente a visa para visitar a seu esposo”.

Leila Pérez considera “trascendental escutar da fonte mais próxima a situação de Gerardo, a mais difícil entre todos seus parceiros prisioneiros, e afundar esforços que cheguem a ouvidos do governo yanqui com a intenção de conseguir sua libertação”

Ao mesmo tempo, considera essencial “conseguir que muitas pessoas se somem cá à causa dos Cinco”.

A esposa de Gerardo Hernández terá reuniões com integrantes do Movimento de Solidariedade, com membros da Assembléia Legislativa Plurinacional e com dirigentes do Estado, segundo Pérez.

Os Cinco foram detidos em setembro de 1998 quando monitoreaban os planos de organizações terroristas financiadas por Estados Unidos e assentadas no sul da Flórida, com a intenção de informar dos mesmos às autoridades cubanas. A anônima atividade dos Cinco permitiu frustrar numerosas ações que iam desde o rendimento ilegal de armas a Cuba e a voladura de aviões civis em pleno vôo, até a preparação de atentados contra a vida dos principais dirigentes da Revolução.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*