Notícias »

Destacam meios vietnamitas visita de Raúl Castro

Hanói, 9 jul (Prensa Latina) A imprensa do Vietnã destaca hoje a visita do presidente Raúl Castro ao país e seu encontro com máximas autoridades nacionais como ponto alto no contínuo desenvolvimento das relações históricas e da cooperação entre os do is países.

Jornais, páginas de internet, o rádio e a televisão mostraram imagens da recepção oficial no Palácio Presidencial, com uma guarda de honra integrada pelos três corpos das forças armadas deste país.

A agência de notícias VNA comenta que a visita implementará os conteúdos da declaração conjunta cubano-vietnamita, assinado em Havana durante a visita do secretário geral do Partido Comunista do Vietnã, Nguye Phu Trong.

Esse meio destaca que desde o estabelecimento de relações diplomáticas em dezembro de 1960, Vietnã e Cuba mantém e desenvolvem suas relações, consistentes com as aspirações e a fé revolucionária de seus partidos, Estados e povos.

Sob esse enfoque também, o meio Saigon Liberation destaca a visita, que faz referência aos projetos conjuntos que estão em andamento na produção de arroz e outros cultivos, construção, produtos farmacêuticos, petróleo e gás.

Tuo Troi, o órgão da juventude comunista, sublinha que o povo vietnamita sempre guarda em mente que Cuba foi a nação de vanguarda no movimento mundial para apoiar a luta do Vietnã pela independência, a liberdade e a reunificação.

O jornal O exército Popular qualifica as visitas de Truong a Cuba, em abril passado, e agora a de Raúl Castro ao Vietnã, como “significativa meta histórica” nos vínculos entre ambos Estados e povos.

Resenhou as palavras do visitante, ontem, de que apesar da distância, de um lado ao outro da Terra, o Vietnã e Cuba têm sido no passado e são no presente países próximos.

A página digital Vietnã News Brigde aponta que o Vietnã é um importante sócio econômico de Cuba.

Da mesma maneira, a Voz do Vietnã em suas emissões ao exterior transmitiu a convicção de Trung de que a presença de seu hóspede contribuirá a elevar as relações amistosas e a cooperação tradicionais, “fiéis e diáfanas entre ambos partidos”.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*