Notícias »

Raúl Castro destaca maioridade de relações Cuba-China

Beijing 5 jul (Prensa Latina) O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou que a relação entre Cuba e China é maior de idade ao destacar o excelente estado dos vínculos bilaterais em um encontro com o líder parlamentar desta nação, Wu Bangguo.

Consolidamos com o trabalho de ambos os países um relação forte, sólida e estável, agregou o presidente visitante ao recordar que “a tudo isto contribuíram os atuais e anteriores dirigentes de Cuba e da China”.

Em suas palavras de boas-vindas, o presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China evocou momentos de encontros anteriores com o chefe de Estado caribenho, entre eles sua presença na ilha em 2009.

Estou seguro que esta visita promoverá um maior desenvolvimento de nossas relações, acrescentou.

As conversas ocorreram no Grande Palácio do Povo, no início do programa oficial do presidente cubano nesta capital, onde chegou ontem em visita oficial.

Assistiram também a essas conversas os demais integrantes da delegação do país caribenho, entre eles o vice-presidente do Conselho de Ministros Ricardo Cabrisas, o chanceler Bruno Rodríguez e o embaixador Alberto Blanco.

O diálogo entre Wu e Raúl Castro precedeu a cerimônia oficial de boas-vindas ao presidente cubano, também nessa sede, a qual foi dirigida pela parte anfitriã seu homólogo Hu Jintao.

Posteriormente ambos presidentes sustentaram conversas privadas, às quais seguiram as oficiais entre ambas as delegações e a assinatura de vários acordos de cooperação.

Beijing, 5 jul (Prensa Latina) O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou hoje que a relação entre Cuba e China é maior de idade ao destacar o excelente estado dos vínculos bilaterais em um encontro com o líder parlamentar desta nação, Wu Bangguo. 

Consolidamos com o trabalho de ambos os países um relação forte, sólida e estável, agregou o presidente visitante ao recordar que “a tudo isto contribuíram os atuais e anteriores dirigentes de Cuba e da China”.

Em suas palavras de boas-vindas, o presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China evocou momentos de encontros anteriores com o chefe de Estado caribenho, entre eles sua presença na ilha em 2009.

Estou seguro que esta visita promoverá um maior desenvolvimento de nossas relações, acrescentou.

As conversas ocorreram no Grande Palácio do Povo, no início do programa oficial do presidente cubano nesta capital, onde chegou ontem em visita oficial.

Assistiram também a essas conversas os demais integrantes da delegação do país caribenho, entre eles o vice-presidente do Conselho de Ministros Ricardo Cabrisas, o chanceler Bruno Rodríguez e o embaixador Alberto Blanco.

O diálogo entre Wu e Raúl Castro precedeu a cerimônia oficial de boas-vindas ao presidente cubano, também nessa sede, a qual foi dirigida pela parte anfitriã seu homólogo Hu Jintao.

Posteriormente ambos presidentes sustentaram conversas privadas, às quais seguiram as oficiais entre ambas as delegações e a assinatura de vários acordos de cooperação.Beijing, 5 jul (Prensa Latina) O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou hoje que a relação entre Cuba e China é maior de idade ao destacar o excelente estado dos vínculos bilaterais em um encontro com o líder parlamentar desta nação, Wu Bangguo.

Consolidamos com o trabalho de ambos os países um relação forte, sólida e estável, agregou o presidente visitante ao recordar que “a tudo isto contribuíram os atuais e anteriores dirigentes de Cuba e da China”.

Em suas palavras de boas-vindas, o presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China evocou momentos de encontros anteriores com o chefe de Estado caribenho, entre eles sua presença na ilha em 2009.

Estou seguro que esta visita promoverá um maior desenvolvimento de nossas relações, acrescentou.

As conversas ocorreram no Grande Palácio do Povo, no início do programa oficial do presidente cubano nesta capital, onde chegou ontem em visita oficial.

Assistiram também a essas conversas os demais integrantes da delegação do país caribenho, entre eles o vice-presidente do Conselho de Ministros Ricardo Cabrisas, o chanceler Bruno Rodríguez e o embaixador Alberto Blanco.

O diálogo entre Wu e Raúl Castro precedeu a cerimônia oficial de boas-vindas ao presidente cubano, também nessa sede, a qual foi dirigida pela parte anfitriã seu homólogo Hu Jintao.

Posteriormente ambos presidentes sustentaram conversas privadas, às quais seguiram as oficiais entre ambas as delegações e a assinatura de vários acordos de cooperação.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*