Notícias »

Presidente Raúl Castro realiza visita oficial a China

Beijing, 4 jul (Prensa Latina) O presidente de Cuba, Raúl Castro, iniciou hoje uma visita oficial a China centrada no fortalecimento das relações bilaterais, objetivo ao que contribuirão acordos de cooperação a assinar nesta ocasião.

Segundo informou-se oficialmente aqui, o chefe de Estado da nação caribenha dialogará com seu homólogo anfitrião, Hu Jintao, e outras altas autoridades deste país também sobre temas internacionais e regionais de mútuo interesse.

O primeiro vice-titular de Relações Exteriores, Zhang Zhijun, saudou ao mandatário cubano a seu arribo a esta capital, acompanhado por uma delegação que integram o vice-presidente do Conselho de Ministros Ricardo Cabrisas e o chanceler Bruno Rodríguez.

Ao referir a esta visita na passada segunda-feira, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores Liu Weimin assinalou que seu país lhe concede grande importância, e recordou que Cuba foi o primeiro Estado latino-americano que estabeleceu relações diplomáticas com a nova China, em setembro de 1960.

A presença de Raúl Castro inscreve-se nos frequentes intercâmbios de visitas de alto nível entre ambas as nações, que têm entre seus antecedentes a efetuada ao país caribenho pelo vice-presidente Xi Jinping em junho do ano passado, concluída com vários acordos de cooperação.

China e Cuba desenvolvem amplos vínculos de cooperação em várias áreas, incluídas a biotecnologia e a educação.

Essa última tem como expressão recente a graduação a mais de 200 jovens chineses formados em instituições cubanas nas especialidades de licenciatura em Língua Espanhola, Turismo e Pedagogia, graças a programas iniciados em 2006.

Com respeito aos nexos econômicos, cabe recordar que China é o segundo sócio comercial da ilha e entre outros indicadores destaca que este país se consolidou em 2011 como o maior emissor de delegações empresariais a Cuba, com 35.

A visita oficial que o presidente cubano iniciou hoje aqui precede a que realizará ao Vietnã na continuação de seu percurso por Ásia.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*