Notícias »

Grupos armados prosseguem com assassinatos seletivos na Síria

Damasco, 24 mai (Prensa Latina) Um tenente coronel do Exército e seu filho de 13 anos morreram em um ataque de um grupo armado na localidade de Jedeidet Fadel, próxima a Damasco, informou hoje uma fonte oficial.

A fonte, citada pela agência de notícias síria SANA, disse que o tenente coronel Wafik Deeb pereceu junto ao jovem Haidar, quando se dirigiam à escola do menor próxima de sua casa.

Um porta-voz da Comandância de Polícia do Estado de Damasco-campo, especificou que terroristas interceptaram o automóvel do militar e abriram fogo contra seus ocupantes, para prosseguir com a onda de crimes seletivos característicos destes grupos nas últimas semanas.

Enquanto, as autoridades informaram de um confronto com um grupo irregular quando colocava explosivos em áreas do povoado de Bassams na localidade de Jabal Zawieh, província de Idleb, a 320 quilômetros ao norte da capital.

Segundo refere o informe na ação morreram vários opositores e foram confiscadas armas, incluídas metralhadoras, lança-foguetes RPG e rifles.

Assim especialistas em antiexplosivos desativaram seis bombas colocadas nos arredores do lugar do choque, cujo ônus oscilava entre 30 e 50 quilogramas.

Enquanto um porta-voz da liga Árabe anunciou uma reunião ministerial extraordinária no Cairo, Egito, para analisar a crise na Síria e os resultados da aplicação do Plano de Kofi Annan.

Nos próximos dias está anunciada uma nova visita a Damasco de Annan, quem em opinião do ministro de Finanças da Síria, Muhammad a Jleilati, deve ser objetivo ao avaliar os acontecimentos no país.

O titular, que se encontra em Moscou para participar na sessão da Comissão Permanente russo-síria para a Cooperação Econômico-Comercial e Científico-Técnica, expressou sua confiança de que durante sua visita o enviado “não deve criticar só as ações do Governo da Síria”.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*