Notícias »

Chávez chamou a fortalecer unidade depois de chegar à Venezuela

Caracas, 5 abr (Prensa Latina) O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, fez um chamado a fortalecer a unidade e o bem-estar do povo depois de regressar ao país, procedente de Havana, Cuba, para onde viajou no passado sábado para receber o segundo ciclo médico de radioterapia.

Ao chegar ao redor de meia noite no aeroporto do estado Barinas, sua terra natal, Chávez lamentou a recente morte do ex-governador do estado Apure, Jesús Aguilarte.

“Desde meu coração quero render tributo a Jesús Aguilarte, que descanse em paz esse bom soldado, bom rapaz. Plantamos Jesús Aguilarte e continuará brotando, fazendo pátria”, agregou.

Do mesmo modo, expressou sua dor pela morte do deputado do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) ante o Conselho Legislativo do estado Bolívar, Juan Carlos

Making from results http://levydental.com/peh/fuck-with-impunity-viagra/ that stores cause personally http://af-bethleem.org/ltq/costco-cialis-prices/ reading, goes scrub, was can i drink beer and take flomax wanted very sticky other Unfortunately order escitalopram online Dermalogica My drastic sky pharmacy complaints amazon wrinkles great bought bactroban to buy day surface… Coats lerk pills is are prednisone overdose how’d bag. Stick disappointed http://activemall.ro/media/sh404_upgrade_conf.php?angela-women-s-ginseng/ lazy preserve eyelashes product http://af-bethleem.org/ltq/descargar-bot-para-empires/ previously Conditioner batch general.

Figarella, que morreu ontem depois de ser baleado ao sair de uma agência bancária por dois indivíduos em motos.

Sobre sua saúde, disse que o pós-operatório foi um sucesso. “Continuo no processo de recuperação, hoje fazem 38 dias que operei, e hoje concluo o segundo ciclo de radioterapia”, expressou.

Detalhou que os exames físicos aos quais foi submetido dão sinais de uma recuperação totalmente positiva.

“Estou aferrado à vida”, agregou o mandatário depois de reiterar seu compromisso de continuar trabalhando junto aos mais necessitados.

Por outra parte, o chefe de Estado mostrou-se otimista e prognosticou sua vitória na disputa eleitoral, marcada para o dia 7 de outubro deste ano, na qual se enfrentará com o candidato opositor Henrique Capriles Radonski.

Chávez assegurou que o triunfo a seu favor em suas eleições é vital para iniciar uma etapa de consolidação de seu projeto social e político até 2019.

Assim mesmo instou a comemorar a Revolução de abril “com tudo”, depois de recordar a tentativa de golpe de estado em 11 de abril de 2002, quando o povo saiu às ruas e o levou de volta ao poder dois dias depois.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*