Notícias »

Presidente cubano reiterou chamado à luta contra a impunidade

O presidente de Cuba, Raúl Castro, chamou a continuar a luta contra a impunidade e exigir a correta implementação das decisões e seu sistemático controle para atingir o sucesso.

Durante uma reunião do Conselho de Ministros, o dignatário cubano conclamou a tomar experiência dos erros cometidos e reafirmou que nenhum ato pode ficar impune, pois não se pode conviver com a impunidade.

De acordo com o jornal Granma, reiterou a importância de terminar de pôr ordem no país sobre as questões urbanísticas, para o qual o Instituto de Planejamento Físico e as autoridades correspondentes devem concentrar-se no confronto dos problemas verdadeiramente importantes.

Já reiteramos isso em várias ocasiões, a solução não é proibir construir, mas indicar onde e como fazer, assinalou.

As necessidades habitacionais -expressou- não podem ser motivo para as ilegalidades, e quando se incorra nelas a Promotoria Geral da República e o Ministério do Interior têm faculdades para enfrentá-las e acionar sobre os infractores para não dar margem à impunidade.

Considerou que um passo importante para atingir o sucesso é a correta implementação das decisões e seu sistemático controle, ao mesmo tempo em que chamou a continuar a marcha com paciência e profundidade para obter melhores resultados.

O presidente pontualizou a necessidade de resolver os problemas de ordem, disciplina e exigência para solucionar as deficiências.

Não vamos permitir que se cometam uma e outra vez os mesmos erros, sentenciou o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros.

“Não podemos admitir que ocorram os problemas, tenhamos conhecimento deles, os comentamos inclusive mas não realizamos investigações profundas para saber o porque e como sucederam”, enfatizou o presidente.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*