Notícias »

Histórico nascimento da Celac em Caracas

A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) nascerá oficialmente hoje na sessão final da Cúpula de chefes de Estado e Governo da região, reunidos desde ontem nesta capital com esse propósito.

Definida pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, como o futuro grande polo de poder regional do século XXI, o encontro de alto nível aprovará durante o período a Declaração de Caracas, documento que definirá o orçamento político de um bloco com vocação integradora, promotor do desenvolvimento e da paz.

Igualmente, neste sábado terão lugar reuniões cúpulas da União de Nações Sul-americanas (Unasul) e da Petrocaribe, esta última uma instituição que teve ontem seu VIII Conselho Ministerial, onde se reconheceram fortalecimentos e avanços. A abertura da Cúpula fundacional da Celac realizou-se ontem no teatro da capital Teresa Carreño, depois da chegada dos governantes das 33 nações caribenhas e latino-americanas que integrarão a organização.

“Estamos pondo aqui a pedra fundamental da unidade, avancemos sem vacilação”, exortou o presidente venezuelano no discurso inaugural do encontro de alto nível.

Chávez expressou que a solidariedade, cooperação, complementariedade e acordo político, serão pilares da Celac, a seu julgamento um espaço geopolítico que cumpre o sonho e projeto unitário de Bolívar, em benefício das nações que a integram.

A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos se nutrirá das experiências da III Cúpula da América Latina e Caribe (CALC) e o Grupo do Rio, somados doravante em sua composição.

“Não vão impedir uma vez mais o esforço unitário, nem sepultarão de novo os projetos de Bolívar e dos demais próceres”, ratificou Chávez no dia histórico. Após a cerimônia inaugural, os participantes percorreram o Passeio dos Próceres até chegar ao Forte Tiuna, a sudeste da capital, para iniciar ao entardecer a primeira sessão plenária presidencial, depois da instalação do evento. Na plenária usaram da palavra as presidentes da Argentina e do Brasil, Cristina Fernández e Dilma Roussef, respectivamente, bem como o mandatário de Cuba, Raúl Castro.

Além disso, os dignitários de Honduras, Porfirio Lobo, Rafael Correa, do Equador, Leonel Fernández, da República Dominicana, e Felipe Calderón, do Méxido.

O presidente Chávez deu a conhecer uma mensagem de saudação aos participantes da Cúpula enviada de Havana pelo líder da Revolução cubana, Fidel Castro.

Esta jornada final também aprovará um plano de ação da Celac para 2012, preparada junto a 18 comunicados de diferentes temas, pela reunião de chanceleres e a comissão coordenadora, que presidiu o ministro das Relações Exteriores venezuelano, Nicolás Maduro.

(Prensa Latina)


2 Comentarios

Hacer un comentario
  1. Micael Freitas

    É louvável esta nova criação!
    Ela não só permitirar a integração de novos acordos, como também os novos projetos de desnvolvimento econômico.

    Responder     
  2. chiffon evening dresses / www.lincolnnewsreporter.com/6622-sheinbox-to-introduce-celebrity-and-street-style-clothing-within-one-month_lnr.html

    Hello there! Really awesome post keep up writting! Greetings!

    Responder     

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*