Artigos de Notícias

Notícias »

O debate popular será quem diga como vai ficar a Constituição

canel v Clara

A importância das discussões que ocorrem em todo o país sobre o projeto de Constituição aprovado pela Assembleia Nacional do Poder Popular e que será submetido a um referendo no próximo ano, foi destacada aqui, em 29 de agosto, pelo presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, quem lidera a visita governamental que durante dois dias verificará o andamento de importantes programas econômicos e sociais na província Villa Clara.

Notícias »

Faleceu a poeta Carilda Oliver Labra

Carilda y Fidel

Carilda, Prêmio Nacional de Literatura teve como destino a poesia, segundo firma seu biógrafo Urbano Martínez Carmenate. Também é bem verdade que seu horizonte criativo foi marcado de maneira essencial pelo amor patriótico, o único consolo para suportar a dor do exílio político de sua família. «…Essa tragédia… só posso sobreviver a ela quando me agarro à Pátria», escreveu ela.

Notícias »

Mais novidades em medicamentos cubanos para o presente e o futuro

Medicamentos Cuba

OS projetos científicos liderados pelo Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB) continuam advogando pela obtenção, através da via recombinante, de proteínas e hormônios, vacinas e meios de diagnóstico, produção de anticorpos monoclonais, aproveitamento da biomassa e a transformação das células e os tecidos.

Notícias »

Qual será o caminho a percorrer até a proclamação da nova Constituição?

Constitucion

COMEÇOU a consulta popular e as ruas, os locais de trabalho e estudo, as casas, tornam-se nesse espaço para debater, legislar, converter-se em protagonista dos tempos futuros. Faltam alguns meses para concretizar a proclamação da nova Constituição, uma das «mais modernas» do mundo, tal como disseram especialistas do âmbito jurídico, pelas necessárias inclusões ao Projeto, realizado pela Comissão para sua elaboração e aprovado depois pela Assembleia Nacional do Poder Popular.

Notícias »

Díaz-Canel liderou encontro de trabalho com Conselhos Governamentais e Organizações Superiores de Gestão de Negócios

Diaz con Empresarios

O presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, conduziu no sábado, 25 de agosto, uma importante reunião de trabalho com os membros dos Conselhos de Governo e das Organizações Superiores de Gestão Empresarial, na qual examinaram, entre outras questões, o comportamento estimado da economia cubana para o restante do ano e as diretrizes que irão reger o Plano de 2019, assuntos em que o setor empresarial desempenha um papel decisivo.

Notícias »

Curar as «feridas» de Havana

Diaz Canel recorre salud

«NO processo de reanimação de Havana há duas chaves essenciais: recuperar os lugares e, ao mesmo tempo, garantir sua sustentabilidade para que continuem operando com parâmetros de alta qualidade», refletiu o presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez, durante uma visita, na segunda-feira, 27 de agosto, a locais de interesse social e econômico na capital, que recentemente foram beneficiados com investimentos.

Notícias »

Uma política pode ser mais prejudicial que um furacão?

Bloqueo

QUANDO um furacão surge no tempo como uma ameaça à Ilha, todos os cubanos começam a se preocupar. Embora as medidas adotadas pela Defesa Civil garantam a preservação da vida humana e dos recursos materiais, sabe-se que as forças do vento e a intensidade da chuva não perdoam.

Notícias »

Um verão superior, mas perfetível

Di8az reunion verano

O presidente cubano Miguel Díaz-Canel Bermúdez reconheceu o trabalho realizado pelas províncias, instituições e agências da Administração Central do Estado para oferecer à população uma oferta recreativa variada durante os meses de verão, período em que os níveis de satisfação estiveram acima dos anteriores verões, sem ignorar a persistência de alguns problemas.

Notícias »

Cubanas do século 21

raul-vilma-fidel--2

SOMOS cubanas do século 21 e como diz uma frase que li há algum tempo, colocamos os sonhos e começamos a andar. Não somos muito diferentes daquelas que nos antecederam, é uma característica que perdurou no tempo que fez com que alcançássemos, senão tudo, quase tudo o que conseguimos no país.

Notícias »

Colonialismo 2.0 na América Latina e no Caribe: o que fazer?

2.0

DESDE que a internet se tornou o sistema nervoso central da economia, a pesquisa, a informação e a política, as fronteiras dos EUA estenderam seus limites a toda a geografia planetária. Somente os Estados Unidos e suas empresas são soberanos, não há Estado-nação capaz de remodelar a rede por conta própria ou frear o colonialismo 2.0, mesmo quando execute regulamentações locais de proteção antimonopólicas e políticas impecáveis de sustentabilidade na ordem social, ecológica, econômica e tecnológica. Ainda menos pode construir uma alternativa viável desligada da chamada «sociedade da informação».