Artigos de Seção de Interesses dos Estados Unidos em Cuba

Notícias »

Máximo diplomata dos EE.UU. em Cuba monitorou redes da internet

20110604073504-wikileaks-logo

O chefe da Seção de Interesses dos Estados Unidos em Cuba, Jonathan Farrar, monitorou a internet para possíveis ações subversivas, de acordo com um cabo publicado por Wikileaks e reproduzido hoje por sites cubanos. A averiguação de Farrar junto a sua esposa ocorreu em agosto de 2008, quando escreveu um memorando dirigido ao Departamento de Estado qualificado de sensível, sem que reportasse obstáculos das autoridades da nação caribenha.